Entenda a importância de avaliar a qualidade pré-embarque das sementes
Publicado em: 25/09/2019
Por Fábio Luiz Limana

Acompanhar o caminho da semente é um fator decisivo para assegurar a qualidade, durante todas as fases da produção. O produtor deve ter sempre em mente que a semente não é um grão que germina: para que ela seja considerada uma semente, quatro características devem ser levadas em consideração. São elas:



- genéticas;

- fisiológicas;

- físicas e

- sanitárias.



Esses são alguns dos atributos que ajudam a estabelecer o sucesso de uma lavoura. Eles serão fatores determinantes para obter o máximo potencial produtivo, do pacote tecnológico de cada cultivar.



Para assegurar esta qualidade, o Laboratório de Controle Interno atua gerando informações detalhadas do potencial desempenho das sementes, realizando um rigoroso monitoramento. O LAS/CAMBAÍ (Laboratório de Análise de Sementes) auxilia na identificação de problemas e prováveis causas, minimizando os riscos em todas as etapas do processo produtivo.



Esse Laboratório de Controle Interno conta com toda a estrutura necessária para a realização de testes, atendendo as normas regulamentadoras, além de possuir uma equipe treinada e familiarizada com os processos de rastreabilidade, assegurando uma qualidade superior a ser entregue aos seus clientes.



As análises são realizadas, pelo LAS/CAMBAÍ, em cada uma das seguintes fases:



- Avaliação da Semente Matriz (Multiplicação);

- Pré-Colheita;

- Colheita;

- Recebimento;

- Secagem;

- Beneficiamento;

- Análise Oficial;

- TSI (Tratamento de Sementes Industrial) e

- Expedição.




Nesse último momento, o enfoque do Controle de Qualidade está voltado para a etapa final da produção - A Expedição de Sementes. Tendo como base os testes de VIGOR, durante a expedição, todos os lotes são coletados novamente, as amostras são avaliadas de maneira extremamente rigorosa, e a liberação para a entrega acontece de forma muito segura, tendo, como base, o conjunto de dados obtidos durante todo o processo de produção.




TSI - Tratamento de Sementes Industrial




Na Cambaí, o Tratamento de Sementes Industrial acontece com a parceria das renomadas Bayer e Basf, buscando manter a melhor condição fisiológica dos grãos. O TSI garante:




- Precisão na dosagem;

- Excelente cobertura e distribuição;

- Alto padrão das sementes;

- Segurança ao operador;

- Acesso ao histórico do tratamento;

- Melhor performance e aderência dos produtos;

- Uniformidade;

- Fluidez;

- Comodidade;

- Precisão;

- Manutenção da Alta Qualidade: Proteção das sementes no processo de germinação;

- Encapsulamento das Sementes: Utilização de polímeros que protegem e distribuem da melhor forma os produtos (insumos, fungicidas e inseticidas) aplicados na semente e

- Perolização das Sementes: Aplicação do "lm coating" (talkum gloss), que proporciona fluidez para a semente, facilitando o processo de semeadura.




A agilidade e responsividade que um Laboratório Interno de Análise de Sementes oferece para uma sementeira é de profunda importância, pois estabelece a conexão de informações de todo o processo produtivo. As avaliações acontecem de maneira constante, com baixo custo e um alto índice de assertividade, comprovando a eficácia do processo. Inegavelmente, o diagnóstico final é imprescindível, obtido de dados finais dos lotes, com uma data muito próxima da entrega. 


Nesta etapa, os testes funcionam como um prognóstico comportamental da semente no campo, assegurando, assim, uma maior precisão, maior confiabilidade e total transparência aos lotes de sementes que são colocados no mercado.


Por Fábio Luiz Limana


Compartilhar